Bangkok e o mercado flutuante

Para encerrar a viagem pelo Sudeste Asiático, fomos passear pela capital da Tailândia. Achamos mais prático deixar Bangkok para o final para não ficarmos desesperados com conexões de avião e nem correr riscos de perder o voo de volta para o Brasil.

Bangkok é a cidade mais eclética de todas que conhecemos no Sudeste Asiático. Te garanto que você gostará da cidade quer seja seu estilo alto luxo, quer seja mochileiro quebrado. Apesar dos pontos turísticos serem os mesmos para todos os viajantes, a cidade oferece uma variedade incrível de hotéis e restaurantes e estes de adequam a todos os bolsos.

Nossa opção foi por ficar bem próximo à Khao San Road, rua mais famosa entre os turistas por ter diversas opções noturnas, barraquinhas de comida, lojinhas de souvenirs, lojas de massagens, agências de turismo, restaurantes (inclusive Mc Donalds, para quem já está cansado de comida asiática) etc. A rua fica simplesmente lotada de turistas e opções de lazer a partir de 16, 17h até a manhã do dia seguinte.

É por lá que você vai encontrar, também, as famosas barraquinhas de insetos! Ao contrário da crença popular, os tailandeses não se alimentam de tais insetos e apenas tem tais barraquinhas para lucrar em cima dos turistas curiosos! Claro que eu experimentei um grilo pequeno…. tem gosto de pringles, crocante e salgado! rs

khao san road

Nossa escolha de hotel foi super simples, low budget, sem qualquer área de lazer e sem café da manhã porque ficaríamos poucos dias e os dias seriam lotados de atividade. Bastaria uma boa cama e um bom chuveiro para descansar e refrescar ao final do dia. O mais importante era estarmos bem localizados para podermos passear tranquilamente.

Em uma agência da Khao San Road contratamos alguns passeios, sendo o primeiro para conhecer o famoso Damnoen Saduak Floating Market. Uma van passou para nos buscar  por volta de 07h00 e viajamos cerca de 1h30-2h00 para chegar no local. Lá nosso guia já nos organizou para irmos para os barquinhos e fazermos o passeio pelos canais.

mercado flutuante Damnoen Saduak Floating Market 4.JPG

mercado flutuante Damnoen Saduak Floating Market 7.JPG

O programa é bem interessante, vale a pena ver o comércio local, comer o melhor sorvete de coco do mundo (de verdade!). Não vale a pena comprar nada por lá, além de ter muita bugiganga, os preços são bem altos em comparação com os preços de Bangkok e Chiang Mai.

mercado flutuante Damnoen Saduak Floating Market 3.JPG

Aliás, achei bem chata essa parte da excursão, pois ficou claro que eles queriam era nos deixar tempo suficiente para cansar e fazer algumas compras, e eu sou uma pessoa que não tem muita paciência com feiras, mercados e shoppings nem no dia a dia, quanto mais em viagens.

mercado flutuante Damnoen Saduak Floating Market 5.JPG

A minha dica é tentar pegar um táxi bem cedo para chegar no mercado por volta de 06h00, 07h00, horário em que o mercado é cheio de nativos e não de turistas. Com certeza deve ser mais vazio e mais interessante de ver.

mercado flutuante Damnoen Saduak Floating Market 9.jpg

Depois de passear pelo mercado, ainda seguimos para conhecer o vilarejo da região e ver como os nativos moram na beira dos canais. Retornamos para Bangkok e chegamos por volta de 14h00. Pelas minhas pesquisas, o passeio de meio dia custa em torno de 550 Baht por pessoa em 2017.

Outro mercado super interessante é o Maeklong Railway Market (Talad Rom Hub). Não me lembro porque não fizemos esse passeio, mas alguns amigos o fizeram e acharam super interessante conhecer o mercado no trilho do trem. Fica a dica pra quem tiver tempo para ir.

Encerramos o  dia indo atrás do local ideal para assistir ao por do sol, isto é, na margem do rio Chao Phaya oposta ao Wat Arun. Por recomendação de outros blogs fomos parar no famoso The Deck. No andar mais alto é possível aproveitar a bela vista do Bar Amorosa, bons drinks e uma música super agradável (dei sorte de ouvir MPB e bossa nova em 2014, não sei se é sempre assim) enquanto você observa o por do sol.

por do sol wat arun bangkok tailandia 2.jpg

Depois que o sol se pôs, descemos para o restaurante e jantamos uma comida super gostosa, também com uma linda vista.

por do sol wat arun bangkok tailandia.jpg

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Bangkok e o mercado flutuante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s