Halong Bay – a baía onde nasceu o dragão

titov-island-vietna-2

Halong Bay é uma região no norte do Vietnã e seu nome significa “baía onde nasceu o dragão”. A região é composta por milhares de monólitos de calcário e reza a lenda que Deuses enviaram dragões para defender a região de uma invasão e os dragões cuspiam joias que foram se transformando nessas ilhotas e formando uma parede de defesa contra os invasores….

Lembra que eu tinha comentado da agência de turismo Halong Sapa Tours no outro post? Ainda no Brasil fechamos um pacote para que eles nos levassem até Halong Bay. A agência ofereceu vários tipos de passeios, desde o mais roots (e baratos) para os mochileiros até os mais luxuosos.Nos buscaram no hotel e seguimos de van por cerca de 3 horas até chegar em Halong Bay.

Resolvemos escolher um navio bom e que nos proporcionasse calma e tranquilidade para realmente podermos descansar depois de alguns dias cansativos e agitados de viagem. Aliás, foi o primeiro momento da viagem em que realmente pudemos simplesmente sentar, relaxar e até dormir sem pressa.

indochina-sails-navio-halong-bay-vietna

Nossa escolha foi pelo Indochina Sails e ficamos muito satisfeitos. A empresa oferece duas opções com pernoite: 3 dias e 2 noites ou 2 dias e 1 noite.

Optamos por ficar apenas 2 dias e 1 noite e não nos arrependemos, foi o suficiente para descansar, aproveitar as paisagens estonteantes e fazer os passeios que nos interessavam.

Quem fica um dia a mais tem atividades, mas ficou a impressão de que seria mais “enrolação”. Talvez valha a pena para quem tenha mais dias de viagem disponível porque realmente a comida e as instalações são muito boas.

Quando chegamos no navio, fomos direcionados aos quartos e já ficamos impressionados. Apesar de parecer pequeno, temos que levar em consideração que é um navio. A cama era tamanho queen e ainda tinha espaço para circular pelo quarto e deixar as malas.

indochina sails quarto halong bay vietna.jpg

O banheiro também era excelente e funcionava super bem. Foi minha primeira experiência em navios e eu esperava aqueles banheiros de avião, mas fui surpreendida por um banheiro de qualidade superior aos de muitos bons hotéis.

indochina-sails-banheiro-halong-bay-vietna

Em seguida subimos para o deck principal do navio para recebermos as orientações gerais e o welcome drink. Enquanto aguardávamos o almoço, fomos ao deck superior para conhecer e apreciar a vista. O deck é super charmoso, mas era inverno no Vietnã e o clima não estava muito agradável no dia, mesmo com os cobertozinhos disponíveis, então logo descemos e aproveitamos o lounge interno.

indochina-sails-upper-deck-halong-bay-vietna

Fomos surpreendidos com uma mesa linda para o almoço e, claro, escolhemos essa mesa com a vista incrível. Nessa hora tivemos certeza que o navio é realmente para quem quer curtir um clima mais calmo e romântico.

indochina-sails-area-social-mesa-halong-bay-vietna

Os pratos foram um espetáculo a parte. Ficamos muito impressionados com o serviço, todo servido a francesa (as demais refeições foram servidas no estilo buffet). Cada prato que chegava era melhor e mais bonito que o anterior.

Após algumas horas, paramos na Titov Island para podermos ter uma vista de 360º da Halong Bay.

titov-island-vietna-4

Após subir um tanto bom de degraus, nos deparamos com essas paisagens maravilhosas!

titov-island-vietna-3

Além do mirante tem também uma prainha, mas esta não era interessante para quem estava na região em pleno inverno!

Voltamos para o barco e seguimos viagem até pararmos em vila de pescadores (Cua Van Floating Fishing Village) e alugamos um caiaque para explorar a região. Tinha um guia nos indicando o caminho durante todo o passeio.

cua-van-floating-fishing-village-halong-bay-vietna-1

Na vila tem cerca de 180 casinhas flutuantes que chegam a ser equipadas com mesas, cadeiras, camas e até televisões! Super legal observar as famílias dos pescadores em seu dia a dia… eles raramente olham para os turistas, continuam com seus afazeres. Normalmente são as mulheres que ficam em casa e os maridos saem para pescar.

Continuamos dando a volta pelas ilhotas até retornar ao navio, a cada curva ficávamos mais boquiabertos.

cua-van-floating-fishing-village-halong-bay-vietna7

Uma das coisas impressionantes de estar em uma baía é poder simplesmente “ouvir o silêncio”, sabe aqueles instantes em que você para e se dá conta de que não tem qualquer ruído?

cua-van-floating-fishing-village-halong-bay-vietna8

Retornamos para o navio, jantamos e fomos dormir. Havia várias atividades disponíveis, tais como aula de culinária (decoração com frutas e verduras), jogos, happy hour com double drink e até pesca de lula, mas o cansaço e o frio eram grandes demais.

Pela manhã foram servidos chás, café e algumas coisinhas leves e, em seguida, teve aula de tai chi no deck superior. Seguimos para a Bo Hon Island para conhecer a Sung Sot (Surprise ou Amazing Cave).

sung-sot-cave-surprise-cavehalong-bay-1

A caverna possui uma área de 10.000 metros quadrados e somente pode ser visitada com guias próprios.

sung-sot-cave-surprise-cavehalong-bay7

A visitação é fácil, pois todo o caminho é indicado por cordas e placas, além de toda a caverna ser bem iluminada (artificialmente) para facilitar a visualização pelos turistas. A caverna chega a ter 30 metros de altura e é super tranquilo e agradável andar por ela, não sendo necessário qualquer preparo físico extraordinário.

Na saída da caverna temos essa linda vista e dela dá pra avistar o tablado pelo qual passaremos para pegar um barquinho que nos levará até o navio.

bo hon island pescadores halong bay  9.JPG

Ao lado do tablado é possível ver diversos barquinho de “ambulantes”, vendendo desde frutas e produtos de limpeza até peixes e crustáceos.

bo hon island pescadores halong bay  12.JPG

bo-hon-island-pescadores-halong-bay-3

Foi curioso observar que os peixes são mantidos vivos na água até que surja um cliente interessado na compra!

bo-hon-island-pescadores-halong-bay-5

E também foi interessante notar que os vendedores eram sempre mulheres, algumas acompanhadas de crianças pequenas, pois os maridos pescadores ficam o dia inteiro pescando e as esposas cuidam da venda dos produtos.

bo-hon-island-pescadores-halong-bay-2

Retornamos ao navio, terminamos de arrumar as malas, tomamos café da manhã continental e, durante esse tempo, retornamos ao porto. De lá, seguimos de volta a Hanói com uma Van enviada pela agência de turismo.

Fiquei absolutamente impressionada e encantada com as belezas naturais da região e com os serviços do navio. Recomendo a viagem para todos que forem ao Vietnã.

Anúncios

5 comentários sobre “Halong Bay – a baía onde nasceu o dragão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s